segunda-feira, 29 de maio de 2017

Alimentação e exercícios: dicas para ter uma vida saudável


Ter uma vida saudável, para muitas pessoas, significa apenas estar livre de doenças. No entanto, o conceito de saúde mais amplo abrange uma série de fatores e condições, como peso ideal, levando em consideração o biótipo individual, e disposição, por exemplo. Nesse sentido, os exercícios físicos e uma boa alimentação são os principais aliados, deixando qualquer pessoa mais saudável.

Entre os benefícios que a prática de exercícios promove, é possível destacar o fato de que eles tonificam os músculos, proporcionando maior resistência ao organismo. O coração é um músculo que ganha, e muito, com isso. Além de tudo, os exercícios melhoram a circulação sanguínea, reduzem o colesterol ruim e diminuem os riscos de doenças crônicas, como a diabetes e a pressão alta.
Entretanto, não basta apenas praticar atividades físicas. É preciso ir além e fazer da alimentação balanceada uma grande aliada à maratona de exercícios. Isso porque é necessário se alimentar de forma a suprir e fornecer ao organismo a energia necessária para se exercitar, sem estafa ou fraqueza.

Por isso, existem determinados alimentos que são mais ou menos indicados para quem pratica exercícios.

O carboidrato, por exemplo, é uma fonte de energia facilmente gasta e, portanto, deve ser consumido, em média, uma hora antes e depois dos exercícios. Ele é encontrado em alimentos como batata, macarrão, arroz integral e pão, por exemplo.

As proteínas ajudam no ganho de massa muscular e também são fontes de energia. Elas são encontradas em alimentos como leite, iogurtes, queijos, carnes, ovos e grãos. O melhor é que sejam consumidas bem antes da prática, de duas ou três horas, no mínimo, pois elas têm uma digestão lenta, assim como os alimentos gordurosos, e podem prejudicar o rendimento dos exercícios.

Além disso, é preciso consumir todos os grupos de alimentos, incluindo cereais, verduras, carnes, leites, leguminosas, garantindo uma alimentação saudável e bom desempenho nos exercícios. Lembrando que cada pessoa deve respeitar suas características físicas para consumir o que for necessário, sem prejudicar sua saúde, ganhando ou perdendo peso em excesso.

OUTRAS MANEIRAS DE MANTER UMA VIDA SAUDÁVEL:

• Fazer no mínimo três refeições por dia, mastigando devagar, evitando os alimentos fritos e refrigerantes;

• Ingerir muito líquido, em média 1 litro por dia;

• Não dormir logo após as refeições, para não atrapalhar a digestão;

• Evitar hábitos nocivos como o cigarro e o álcool.

Para finalizar, vale ressaltar que, embora dicas e sugestões sejam sempre bem-vindas, a melhor maneira de levar uma vida saudável, aliando exercícios físicos a uma alimentação balanceada, é ter uma opinião especializada no assunto. Antes de se aventurar em dietas e em maratonas de atividades físicas, portanto, é necessário consultar tanto um nutricionista quanto um personal trainer, que farão orientações de acordo com as suas características e particularidades.

Fonte: emex


quinta-feira, 25 de maio de 2017

8 passos (fáceis!) para você adotar um estilo de vida saudável





Deixar hábitos para trás, como comer de forma desregrada e ser sedentária, não é a missão mais fácil do mundo — muito pelo contrário. E para ajudar você nessa missão, listamos oito ajustes fundamentais para você reeducar a alimentação e, o mais importante, de forma contínua e definitiva.

1. Faça um diário alimentar

Sabe aquele caderno de anotações que está esquecido na gaveta? Faça dele o seu melhor amigo. Este é o primeiro passo para você ter noção de onde está exagerando. Funciona da seguinte maneira: anote todas as refeições do dia — inclusive os deslizes. “Ao longo da semana, você terá uma noção melhor da quantidade de comida que ingeriu”, diz a nutricionista Glauce Carvalho, da Clínica Saúde Carvalho, de São Paulo.

2. Trace objetivos

 “Reeducar sua rotina, com alimentação saudável e atividade física, só vai dar certo se for um projeto de vida. Mas é importante também celebrar as conquistas menores.” Trace dois objetivos, um a médio e outro a longo prazo. Cada etapa deve ser comemorada, até atingir o seu objetivo maior.

3. Use as redes sociais a seu favor

As redes sociais podem arrancar a coragem que você achava que não tinha para malhar. Por isso, inspire-se na rotina de exercícios e alimentação das famosas e das blogueiras fitness: pegue receitinhas saudáveis e ganhe ânimo para o estilo de vida saudável. Mas é preciso ter cautela, alerta a nutricionista. “Existe muita informação errada na internet. Consultar um especialista também é importante para avaliar qual dieta é melhor para você.”

4. Encare o exercício físico como prioridade da sua rotina

Começar a praticar uma atividade, em casa, na academia ou no parque, é desconfortável no início, principalmente para quem está muito acima do peso. Mas se manter uma rotina semanal, de no mínimo 3 vezes por semana, vai sentir a diferença na disposição e até na qualidade do sono. “Se movimentar é essencial para aumentar o gasto calórico, mas é preciso tomar cuidado com as compensações. Muitas vezes a desmotivação vem quando se come mais do que se gasta. A dieta é a maior responsável pela perda de peso”, alerta Glauce.

5. Livre-se de tudo que possa colocar a dieta a perder

Se você quer mesmo mudar de vida, saiba que agora é a hora da limpeza geral na despensa de casa, na geladeira e na gaveta do trabalho. Seja honesta consigo mesma, se não consegue resistir às guloseimas, ao menos evite que elas estejam ao seu alcance: livre-se de bolachas recheadas, sucos e comidas açucaradas e se jogue nas receitinhas saudáveis de BOA FORMA. Pegue esta dica: “Quando for às compras, tenha uma lista dos alimentos em mãos e vá direto aos produtos que precisa. E claro, não faça mercado com fome, pois o risco de não resistir às delícias… É grande.”

6. Organize a sua rotina

Separar um dia para organizar a alimentação da semana inteira é uma opção que pode impedir que, em dias de muito cansaço, você se renda aos pratos calóricos. “Os alimentos pré-cozidos e congelados, como brócolis, couve flor, sopas, caldos, carnes refogadas, deixam a vida mais simples evitam os deslizes. Na hora em que chegar em casa, você terá uma boa parte do cardápio organizado. Depois é só descongelar e fazer um sanduíche ou um prato mais leve”, ensina a especialista.

7. Faça exames

“Os exames de sangue conseguem mostrar ao seu médico e ao nutricionista se existe alguma deficiência de vitamina, de ferro, e se há glicemia e colesterol alto. Ao longo da dieta é preciso fazer outros exames, para saber se o novo plano alimentar esta surtindo efeito”, alerta Glauce.

8. Não seja tão dura consigo mesma

Ser focada é muito importante, mas radicalismo pode gerar frustração. A dica para manter a dieta com equilíbrio é escolher uma refeição na semana para comer aquilo que você gosta – isso vai estimular a não botar o pé na jaca nas demais refeições e, definitivamente, seguir em frente.

Fonte: Boaforma.abril.com.br

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Sopas Detox: 10 Receitas para Perder Peso


Principais ingredientes da Sopa Detox

10 Receitas de Sopas Detox

1 – Sopa Detox de Inhame, Cenoura e Feijão-azuki

2 – Sopa Detox de Abóbora

3 – Sopa Detox de Batata-doce e Lentilha

4 – Receita de Sopa de Mandioca e Brócolis

5 – Sopa de Couve, Abóbora e Grão-de-bico

6 – Sopa de Inhame com Espinafre

7 – Sopa de Inhame, Ervilha e Legumes

8 – Sopa Verde Detox

9 – Sopa Desintoxicante de Chuchu e Chá verde

10 – Sopa Detox Anti-inflamatória


VOCE GOSTOU DESTE CONTEUDO?

Curta mais dicas na pagina oficial da Consultora Herbalife

EVS ARAGUAIA
Consultora Independente Herbalife
Centro Empresarial Araguaia (CEA)
Cep 06455-906 Barueri SP

whatsapp (011) 97153-0245

Curta nas redes sociais: