sexta-feira, 12 de maio de 2017

Stress acelera o envelhecimento biológico




Estudo realizado pela Universidade de Umea (Suécia), publicado no periódico Biological Psychiatry, revela que a depressão e o stress crônico podem acelerar o envelhecimento biológico. Para realizar a pesquisa, foram feitos dois testes. No primeiro, mediram o comprimento dos telômeros – parte externa do cromossomo que encurta ao passo que a idade avança – de 91 pacientes com depressão recorrente e de 451 pessoas saudáveis. Já no segundo experimento, identificaram os níveis de stress dos voluntários, tanto biologicamente, por meio da quantidade de cortisol (hormônio ligado ao stress), como subjetivamente, a partir de um questionário. Segundo os resultados, o menor comprimento dos telômeros foi associado com um estado alto de cortisol em ambos os grupos. “O teste revelou que os níveis de hormônios indicativos de stress crônico são associados ao envelhecimento dos cromossomos. Os pacientes deprimidos têm comprimentos menores comparados a indivíduos saudáveis. Essas pessoas sofrem com mais oscilações hormonais, provando que o stress desempenha um papel importante no processo” explica o autor da pesquisa Mikael Wikgren. Os especialistas afirmam que a ligação entre o stress e o encurtamento dos telômeros está cada vez mais forte nas pessoas, mas que ainda é cedo para dizer se essa variação de comprimento é apenas um marcador ou se tem alguma função mais específica em relação à danos na saúde. “Os resultados atuais sugerem que os níveis de cortisol pode ser um contribuinte, mas ainda não está claro se as modificações sofridas têm um significado além de um biomarcador”, diz editor do Biological Psychiatry, Dr. John Krystal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCE GOSTOU DESTE CONTEUDO?

Curta mais dicas na pagina oficial da Consultora Herbalife

EVS ARAGUAIA
Consultora Independente Herbalife
Centro Empresarial Araguaia (CEA)
Cep 06455-906 Barueri SP

whatsapp (011) 97153-0245

Curta nas redes sociais: